3 de abr de 2012

Parando de fumar - PARTE 1

Fiquei imensamente feliz ao saber que meu texto sobre o cigarro tocou algumas pessoas, que fez os fumantes pensarem um pouco diferente (tive uma prova disso), fez os não-fumantes compreenderem um pouco mais sobre a cabeça de um dependente para assim tentar ajudar. Sei que agora, alguns esperam o meu texto sobre as técnicas pra parar de fumar, fico até com medo de não atender as expectativas de vocês, mas queria que soubessem que posso dar milhões de dicas aqui, mas só vocês saberão como proceder, só vocês saberão o momento exato de dizer: “É AGORA” e só vocês se conhecem tão bem a ponto saber os seus pontos fortes e onde precisam de maior atenção, então eu digo, VIGIEM esses pontos fracos, FOQUEM NELES. Não sei qual a religião de vocês, mas afirmo que por mais que sejamos ligados à Deus, às vezes precisamos passar por algumas provações na vida, que não estamos livres de dificuldades, mas tudo compensa. Acredito que essas dificuldades servem pra nos preparar para algo muito bom que nos espera e com toda a certeza, só sabemos dar valor ao que conquistamos com muito suor, portanto, não pensem que será fácil, pois não será, mas afirmo que tudo o que passarão, será momentâneo, não horas, SERÃO DIAS E DIAS, mas depois PASSA. A vida que eu levo hoje é de uma pessoa que nunca fumou (tirando o fôlego que ainda estou reconquistando), logo o cigarro não era tão necessário assim.
Mesmo decidindo parar de fumar, ainda faltava algo onde eu pudesse me segurar, foi quando numa troca de mensagens pelo twitter, uma querida chamada Dani Cascaes me falou algo interessante: “Paula, pense que o cigarro é como uma relação doentia. Aquele tipo de relação que apesar de você gostar, só te faz mal e não serve mais pra você..”. Isso me deu um empurrão, pois quando as relações terminam, o que fazemos?? Nos acabamos por dentro, mas não procuramos, não cedemos. Terminou e assim será daqui pra frente. Sempre sofremos durante um tempo, mas depois vivemos como se nada tivesse acontecido. Espero que vocês também dêem um ponto final nesse relacionamento um dia. Se precisarem, eu empresto a frase que usei pra me amparar. ;)
Tracem metas semanais, pois o fato de pensar “eu vou parar pra sempre” dá um desespero enorme, faz você tremer na base e colocando prazos curtos, é muito mais animador e fácil de conquistar. Engane o seu cérebro. Em vez de pensar "nossa, são 7 dias! 1,2,3,4,5,6,7.", PENSE: RUMO À PRIMEIRA SEMANA. 1 semana parece menor que 7 DIAS. \õ/ (Usei a mesma tática pra emagrecer..primeiro 2kg, depois mais um... se pensasse no total, desistiria na hora).
Aquela velha historia de substituir o cigarro por uma balinha, é papo furado, mas ajudou muita gente. Só digo pra não descontarem na comida, pois a coitada nada tem de substâncias que se assemelhem ao tanto de porcaria contidas num cigarro. Muita gente fala que quando ocupa a boca com comida, não pensa no cigarro, mas NINGUÉM AQUI QUER ESQUECER, pelo contrário, TENHA CONSCIÊNCIA. Parece masoquismo, mas você precisa ter consciência de seus atos, todos, até os mais dolorosos, pra não se deixar levar por um momento de distração ou desespero. Nesses momentos só damos cabeçadas, já repararam? Em tudo na vida. E não se preocupem. Por enquanto, só pensem muito no assunto, sem a OBRIGAÇÃO de parar. Todo fumante é descontente com alguma coisa relacionada ao cigarro, mas NUNCA ADMITE pros outros, pra não terem o que criticar, mas essa conversa que você terá agora é consigo mesmo. SEJA VERDADEIRO COM VOCÊ, não se engane, não precisa. Muitas vezes nos enganamos, nos maltratamos muito. Acho que já bastam as coisas que acontecem contra a nossa vontade e mesmo assim temos que enfrentar. Faça as pazes com você, seja sincero, enfrente seus monstros, organize a casa, dê o primeiro passo e se delicie com as novidades. É difícil e trabalhoso, mas ninguém consegue nada do dia pra noite. Você verá que esse é o ponto de partida pra uma fantástica mudança de consciência e que a partir daí, você conseguirá tudo nessa vida. Esteja aberto às mudanças, às novidades. Vejo a conquista como esse visual da foto. Pelo medo de altura, quase não subo essa serra, mas tive curiosidade de saber o que havia lá e olha com o que FUI PRESENTEADA!!! Não deixem de fazer as coisas por algo que vocês nem sofreram ainda e que nem sabem se vão passar ou não. Mirem no resultado, estipulem pequenas metas e deliciem-se com as descobertas ao longo do caminho. Guardem todas e lembrem que os momentos ruins são temporários, sempre, mas podemos dar um jeitinho de passar por eles da melhor forma possível e, é isso que vou falar mais pra frente, mas antes de tudo, pensem no que conversamos hoje. ;)

Um comentário:

  1. Fico muito feliz! O mérito é todo seu. Felizes os que são sábios o suficiente ( e tem humildade ) para perceber que algo está errado e que precisa ser mudado. Um beijo e parabéns!

    ResponderExcluir