27 de mar de 2012

Eu não vivo de luz :P

Hoje em dia, com a correria, somos bombardeados com soluções rápidas, mas que nem sempre atenderão nossas necessidades. É o famoso provisório-permanente que nos faz deixar tudo pra depois, depois, até que um dia, o problema virou uma bola de neve e o trabalho é dez vezes maior. Assim fazemos com a nossa alimentação (tudo faz mal, menos a minha torta alemã que colore a vida <3 ).
Somos movidos a prazeres e comer, além de nutrir o corpo, também nutre a alma (como a minha torta alemã de domingo, como o seu chocolate da tpm, aquele bolo de fubá com café nos dias de chuva..) e nos traz uma sensação maravilhosa, por isso é tão complicado trocarmos aquela lasanha quentinha por um saladão.
O que temos que fazer é REAPRENDER, não só aquela coisa que estamos carecas de saber, que é comer de 3 em 3 horas, bla, bla, bla, mas sempre pesar o que vale a pena ser feito. No início, é bem complicado e até doloroso, mas tudo é construído no dia-a-dia. (não pensem que em 1 semana você já estará magra, linda, rica com sua boa taça de espumante, que não é assim a não ser que você faça lipo, plástica e case com um homem rico ~apagar~). Vão completar 3 anos que observo a minha alimentação e ainda assim, noto coisas novas todos os dias, então tenha como primeira dica: Analise a sua alimentação, experimente coisas, anote, substitua aos poucos, use temperinhos pra dar um gostinho a mais.
O ideal seria não comermos nada na rua. Além da porta aberta para contaminação, temos uma boa desculpa pra comer porcarias, alegando o que??? "era o que tinha e eu estava com pressa" :P. Eu trabalho o dia inteiro, treino de noite, chego em casa por volta de 20h, às vezes faço o meu jantar (faço sempre um pouco mais pra congelar para os dias de preguiça), coloco roupa pra lavar e faço os lanches do outro dia. Cansa? Cansa!!!! mas além de economizar, ainda como algo gostoso (nem sempre bonito hehe) e que faz bem.
Eu sempre dou a mesmas dicas pra quem pergunta e sempre falam: Não acredito que é só isso! Mas não é fácil quando crescemos com o costume todo errado. Comece aos poucos, uma coisa de cada vez e sempre observando, pois assim é mais fácil ver o que não funcionou e tentar outra alternativa (que não seja se jogar do viaduto ou correr pra primeira conveniência e se atolar na nega maluca). Vamos as benditas:

1) Troquei o refinado pelo integral (POR QUE? porque eu quero! ~mentira~).
Além de ser muito mais nutritivo, o integral fornece uma liberação mais lenta de glicose, trazendo energia para o corpo por muito mais tempo, assim como a sensação de saciedade. Então até nas vezes que comia fora, pedia na versão integral e assim fui incorporando o integral na minha vida. ;)

2)Evitava carboidratos a partir das 18h (Hoje janto com arroz integral porque treino 19h).
Pra que serve o carboidrato? (pra pesar no buchinho momentos antes do período de hibernação ~apagar~)
Os carboidratos servem como fonte de energia, ou seja, caso eu não gaste essa energia, o nosso corpo tem a inteligente função de estocar para quando precisar (para a nooooossa tristeza ). Então, caso você não pratique nenhuma atividade física esse horário, evite , reduza ao máximo a quantidade de carboidratos. ;)

3)Ando com o meu cachorrinho. (apelido carinhoso da minha garrafinha de 600ml de água)
Além de que 60% do nosso corpo é constituído por água (precisamos manter nosso reservatório em alta hehe), a água ajuda a eliminar resíduos através da urina, ajuda no transporte de nutrientes e ajuda a retirar o ácido lático que é o que dá aquela dorzinha e cansaço depois dos treinos. Então às vezes a gente nem precisa do suplemento mais poderoso, precisa mesmo é beber água.

O resto nem precisa dizer que é evito doce, fritura, sal, embutidos e congelados. O meu pai, como bom mineiro, adora doce, carne de porco, gorduras das mais variadas formas e outro dia falou que comer bem é isso e acha que eu vivo de luz e pó (meus potes de suplemento). Gente, eu
como de tudo, mas confesso que já não sinto mais tanta vontade de comer tanta porcaria como antes, pois tenho feitos minhas versões fake e ficam tão deliciosos quanto a versão "entope artéria", mas ainda assim, quando a vontade (leia-se tpm) ataca, não conto 2 e corro pra matar a loucura, caso contrário deixo pra comer besteira nos almoços de finais de semana, casamentos, aniversários (cá pra nós, o que é se sujar com um mc donalds quando a gente tem aquele monnnte de coisas nos aniversários. É muito mais negócio). É o que eu falo..o que vale mais a pena? :P


Minhas versões:
1) Escondidinho de mandioca/macaxeira em vez de batata normal.
2) lasanha de berinjela (em vez de macarrão)
3) Camarão, brócolis e purê de macaxeira com creme de ricota (em vez de manteiga)
4) risoto de arroz 7 grãos (em vez de arbóreo) com cebolinha, tomate cereja e camarão
5) panqueca de claras e aveia (substitui o pão algumas vezes)
6)fetutini de cenoura do claude troisgros (rá)
7) purê de macaxeira com creme de ricota e frango na chapa
8) pizza fake de rap10 integral, creme de ricota, brócolis, frango e biquinho
9) tomatinho recheado com creme de ricota ;)
10) pizza fake de rap10 integral com peito de peru, creme de ricota e manjericão (hmm)
11) tomate recheado com brocolis, creme de ricota e raspas de gorgozola (tpm)
12)pizza fake de rap10 integral com creme de ricota, brócolis, camarão e tomate.

ADOOOOOOOOORO BRÓCOLIS.

Saidinhas:
Sushi: sempre escolho sunomo (pepino em conserva com sashimi). corra dos fritos.
Pizzarias: versões com peito de peru (faz tempo que não vou numa pizzaria...sempre faço a versão wrap integral com ricota e peru).
Cantinas: Versão integral com molho vermelho.
Barzinhos: Copo grande com água (ninguém vai saber se é dose de vodka ou água), mas quando tenho muitaaa vontade, tomo umas 4 doses de vodka sem dó, nem piedade.

Qualquer lugar será divertido do mesmo jeito, você partilhando ou não da mesma comida que as outras pessoas. Muitos te chamarão de fresquinhos no começo, mas depois também te farão muitos elogios ;)

O importante de tudo é que só nessa troca, você reduziu gorduras, comeu coisas muito mais nutritivas, deu um tapa na pele e cabelos (sim, será notório) e de quebra deu uma boa emagrecidinha. O nosso corpo nada mais é que o reflexo da nossa alimentação.

4 comentários:

  1. quero essas receitaaas


    monah feio

    ResponderExcluir
  2. Ana, fiz mais ou menos uma reeducação como você fez e perdi 14kg ano passado. Relaxei um pouco nesse começo de ano e já encontrei 5kg de volta. Mas, tanto a sua mudança quanto a minha, provam que levar uma vida saudável com prazer é absolutamente possível.
    Só senti falta nos teus fakes do spaghetti de palmito pupunha. Experimenta, com tomatinho cereja, manjericão, pimenta do reino e queijo branco. É bom demais.
    Cesar

    ResponderExcluir
  3. Da hora! Demais....deu fome essa foto linda ;) bjos

    ResponderExcluir
  4. Irmã, eu comecei minha trajetória em setembro do ano passado, depois q vi minhas fotos de aniversário, nooossa, cada braço meu era uma tora de árvore rssssssssssssss... e suas dicas são preciosas, principalmente qto ao emagrecimento ser consequencia das mudanças dos hábitos! Voltei de viagem com mais 3 kg na mala, mas não fiquei preocupada, pq a academia e a alimentação mais regrada não são mais uma dificuldade, felizmente já incorporei como uma rotina boa e sabe, as horinhas na malhação são meu momento relax, qdo eu sei q estou me dedicando a minha saúde e bem estar... desejo o melhor pra vc, te considero uma vencedora,principalmente depois de conhecer um pouco da sua caminhada!
    bjs e força na peruca!!!! :P

    ResponderExcluir